Carla Rincón

Violinos I

Carla Rincón nasceu em Caracas, vive no Rio de Janeiro e tem seu passaporte carimbado por escalas artísticas em Nova Iorque, Berlim, Berna e Pretória, dentre outras cidades. Transitar por diferentes espaços e sotaques é uma propriedade dessa violinista que fez da música seu idioma, exercitado em apresentações como solista, recitalista e camerista.

Sua formação teve início no famoso Sistema Nacional de Orquestras Infantis e Juvenis da Venezuela. Única musicista de uma família de sete irmãos, Carla encontrou nesse Sistema o meio ideal para o aperfeiçoamento de seu talento ao violino e também o acesso para tocar como solista com as mais importantes orquestras daquele país, como a Simón Bolívar, com a qual também excursionou pela América do Sul, Ásia e Europa, sob a regência de renomados maestros.

Premiada com uma bolsa integral do Conselho Nacional de Cultura da Venezuela e da North Carolina School of the Arts, graduou-se nos EUA, tendo sido aluna e assistente de Kevin Lawrence. Participou de master classes com Margaret Pardee, Yossi Zivoni, Thomas Moore, Stoika Milanova, Leon Aras, Albert Markov, Maurice Hasson, Aaron Rosan, Dimitri Siskovesky, Quarteto Emerson, Julliard e Mendelsshon, Trio Heroica, Miryan Fried e Ilya Kaler. Em 2001 venceu o concurso Solo Competition da faculdade e se apresentou como solista acompanhada pela North Carolina School Orchestra.

Concluiu seu Mestrado na Universidade de Hartford sob orientação de Katie Lansdale. Participou de concertos como convidada da Chamber Music Faculty Society (NCSA), do Chamber Music Festival (NCSA), do Roanoke Island Arts Festival e do Killington Music Festival, no qual estudou com o Quarteto Emerson.

Essas experiências serviram de inspiração para seu trabalho com música de câmara, que vem sendo desenvolvido no Quarteto Radamés Gnattali e no Duo Imago Mundi.

Como primeiro violino do Quarteto, Carla se apresentou na Europa, África e America do Norte, além de ter percorrido o Brasil, de leste a oeste e de Norte a Sul. No Brasil, participa dos principais festivais como Villa-Lobos, Beethoven e Bienal de Música Contemporânea e ganhou o premio Carlos Gomes 2010.

Atualmente se dedica a gravação inédita no Brasil e Sul-America da obra para quarteto de cordas de Villa-Lobos em Blu-Ray, assina a condenação pedagógica dos concertos didáticos do quarteto Radamés e do projeto social Mata Virgem em Xerém,  no projeto Bem me quer Paquetá atua como professora, implantando junto à comunidade o mesmo sistema musical que propiciou sua aproximação à atividade sinfônica na Venezuela.

Para essa nova geração de pessoas e artistas, Carla Rincón, que regeu corais quando criança, exemplifica com cada passo de sua trajetória o feliz encontro da música com a vida.

Patrocinadores

Mantenedora

Apoio Institucional

Patrocínio

Transporte Oficial

Transporte Aéreo Oficial