Eleonora Rodrigues

Violoncelos

Eleonora Fortunato Rodrigues é violoncelista da Orquestra Petrobrás Sinfônica e da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente, cursa o Programa de Pós- Graduação Profissional em Música da UFRJ.

É bacharel em violoncelo pela UNICAMP e em Licenciatura pela Escola de Artes Aplicadas (Portugal), na classe de Miguel Rocha. Estudou  também com Alceu Reis.

Dá aulas particulares de violoncelo. Formou-se em improviso com Humberto Mirabelli.

Foi solista do “Concerto Tríplice” de Beethoven no Festival de Inverno de Petrópolis (Dell’Arte), e Solista no projeto “Jovens Solistas fazem Câmera”, (Dell’Arte), fazendo turnê pelo Nordeste.

Em 2017, fez a estréia carioca do Concerto para violoncelo e orquestra op.53, de Liduino Pitombeira, sob a regência de Ernani Aguiar, com a Orquestra Sinfônica da UFRJ. Solou a obra “Consonare”, do compositor Rodrigo Lima, na XIX Bienal de Música Brasileira. Estreou a peça “Cercado de Neblina com Estilhaço nos Olhos”, de Rubens Tubenchlak, na XXI Bienal de Música Brasileira Contemporânea, estreou a obra Moonscape, do compositor Gijs Andriessen, em 2015, na Sala Leopoldo Miguez.

Tocou o Septeto de Brahms e Septeto de Tchaikovsky na Semana de Câmara da OPES, no Espaço Guiomar Novaes.

Faz parte do Duo Pitaya, com Maria di Cavalcanti ao piano, tendo estreado na Série Talentos UFRJ 2017, com sucesso de público.

Liduino Pitombeira lhe dedicou a obra:  ehoeteke!sykyîe opus 219 ; Pedro Milman, a obra “Delicadeza” ; Rubens Tubenchlak, a obra “Laranjeiras”.

Patrocinadores

Mantenedora

Patrocínio

Apoio Institucional

Transporte Aéreo Oficial