Fernando Thebaldi

Violas

Em 1987, ainda cursando a graduação em música pela UNI-Rio, na classe de Marie-Christine Springuel, o violista Fernando Thebaldi integrou a então Orquestra Pró-Música do Rio de Janeiro, sob a regência de seu fundador, o Maestro Armando Prazeres.

Após 10 anos radicado na Holanda, onde conquistou seus diplomas de mestre pelo Conservatório Real de Haia, Rotterdam e Brabant sob a orientação da violista Gisella Bergman, retornou ao Brasil como professor da Faculdade de Música de Espírito Santo, violista da Orquestra Petrobras Sinfônica do quarteto de cordas Radamés Gnattali. Freqüentou cursos master classe com o renomado violista italiano Bruno Giuranna, bem como com Siegfried Führlinger, viola solista da Vienna Symphony Orchestra, e música de câmara com os violoncelistas Harro Ruijsenaars e Gregor Horsch.

Atua regularmente como solista a frente de orquestras como a Orquestra Sinfônica Nacional da UFF, Orquestra de Câmara Ars Musica de Rotterdam, Orquestra de Câmara de Asuncion no Paraguay, Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, além de atividades como professor e solista durante festivais de férias pelo Brasil como os de Domingos Martins-ES e Campos dos Goytacazes. Na Holanda integrou as orquestras Randstedelijk Begeleidings Orkest, Limburg Symphony Orchestra, Dordts Kamerorkest, Laurens-Bach Orkest, Adamello Ensemble, com as quais realizou turnês européias incluindo Itália, Suíça, Bélgica, apresentando-se em salas de concertos famosas como a do Concertgebouw de Amsterdam.

Patrocinadores

Mantenedora

Apoio Institucional

Patrocínio

Transporte Oficial

Transporte Aéreo Oficial