fbpx

Pedro Sá

Tímpanos

Líder de Naipe

Timpanista solista da Opes desde 2002, Pedro Sá realizou junto a essa orquestra a estreia mundial do Concertante para Tímpanos e Orquestra de Dimitri Cervo, escrito e dedicado a ele. Tendo realizado turnês com a Opes por todo o Brasil e México, é timpanista profissional há mais de trinta e cinco anos. Ingressou na OSB aos dezesseis anos de idade como primeiro timpanista – faro raro em uma orquestra profissional –, e se apresentou no Lincoln Center (Nova York), além de ter tocado com Luciano Pavarotti, Placido Domingo, Jose Carreras e Kurt Masur, entre outros, gravando dezenas de CDs. Iniciou sua carreira aos doze anos, na Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina. A convite do maestro mexicano Enrique Arturo Diemecke, foi jurado no concurso de timpanista da Orquestra Estable del Teatro Colón em Buenos Aires, considerada a melhor orquestra da Argentina.

Estudou percussão com Luiz D’Anunciação e frequentou renomados cursos como o OPI (Oberlin Percussion Institute) em Ohio, onde teve como professores Michael Rosen, Tom Sherwood (The Cleveland Orchestra), All Otte e Rusty Burge (Percussion Group Cincinnati). No Cleveland Institute of Music estudou com Paul Yancich e Marc Damoulakis, respetivamente o primeiro timpanista e primeiro percussionista, The Cleveland Orchestra. Como professor e artista convidado, Pedro lecionou e realizou concertos no Oberlin Conservatoire.

Doutor e Mestre em Música pela Unirio, desde 2007 é Professor de Percussão da Escola de Música da UFRJ, atuando como Diretor do Grupo de Percussão da UFRJ e também colaborando como consultor da percussão em museus de instrumentos musicais no Brasil e em Portugal (Universidade Nova de Lisboa). Inovou ao criar o Laboratório de Percussão da UFRJ, que ensina a escrita para percussão a compositores, contribuindo dessa forma com a expansão e evolução do repertório para grupo de percussão. Além de ter sido colunista da Modern Drummer Brasil, regularmente escreve artigos para a Percussive Notes (Indianápolis), o periodico da maior sociedade de percussão do mundo (PAS), da qual é membro desde 1986 .

Como camerista, integrou o Abstrai Ensemble, grupo que trabalha principalmente em colaborações com compositores vivos (brasileiros e estrangeiros), interagindo também com tecnologias digitais (eletroacústica e música mista).  Juntamente com Janaina Sá, é membro fundador do Duo Sá de Percussão, tendo se apresentado na PASIC (Percussive Arts Society International Convention) – o maior e mais prestigioso “evento” de percussão do mundo –, nas edições de 2015 em San Antonio (Texas), e de 2016, em Indianápolis.

Como complemento do seu trabalho, Pedro orgulhosamente é Artista/Performer–Clinician da Adams PercussionBlack Swamp PercussionSabian CymbalsEncore Mallets JGpercussion.

Patrocinadores

Mantenedora

Patrocinador

  • Aliansce
  • ISS Rio

Apoio

  • Fundição Progresso
  • Teatro Municipal do RJ
  • Secretaria de Cultura do RJ
  • MEC FM
  • UCI
  • Consulado da Argentina
  • JBFM

Realização

  • Gov Federal