Philip Doyle

Trompas

Radicado no Brasil desde 1977, Philip começou seus estudos de trompa na Inglaterra com Adrian Leaper em 1974. No Rio de Janeiro, estudou com João Jeronimo Meneses e Zdenék Svab . Aulas com Norman Schweikert, Gregory Hustis e Roland Pandolfi, além de masterclasses com Hermann Baumann, Frank Lloyd e Vladimira Klanská, aprimoraram seus estudos.

Philip é trompista da Orquestra Petrobras Sinfônica, da Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e é membro do Quinteto Villa-Lobos desde 1987. É professor de trompa na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Patrocinadores

Mantenedora

Apoio Institucional

Patrocínio

Transporte Oficial

Transporte Aéreo Oficial